Alimentação na amamentação

0
221

A alimentação na amamentação da mãe deve ser variada e sem exageros, dando preferência a alimentos frescos e biológicos. Devem ser consumidos grupos de alimentos como frutas, vegetais, oleaginosas, carne, peixe, ovo, iogurtes, pão, arroz, por exemplo.

Além disso, é fundamental aumentar a ingestão de líquidos bebendo cerca de 2 litros de água ou chás sem açúcar como o de camomila ou cidreira, por exemplo.

O que evitar na alimentação na amamentação

Durante a amamentação a mãe deve evitar alguns alimentos como:

  • Bebidas alcoólicas – devem ser eliminadas na amamentação pois o álcool inibe a saída de leite e o bebé mama menos.
  • Bebidas com cafeína como café, chá preto, chá verde, chá branco, chá vermelho ou refrigerantes com cola – a cafeína  passa para o leite materno e pode provocar falta de sono e irritabilidade no bebé. Quando as mamadas são regulares com intervalos de 3-4 horas ao tomar um café expresso após uma mamada o organismo da mãe tem capacidade para eliminar a cafeína antes da mamada seguinte e por isso poderá ser tomado um café expresso por dias nestas condições.
  • Chocolate –  pode causar irritabilidade e aumentar os movimentos intestinais do bebé.
  • Excesso de frutas cítricas como laranja, limão, tangerina, morango e kiwi – podem levar a desconforto, vómitos, diarreia, irritação na pele ou outros sintomas.

Além disso, o excesso de alimentos como espargos, cebola, alho e pimenta podem alterar o sabor do leite e alguns bebés podem não gostar desta alteração. 

Para saber mais sobre uma alimentação adequada à fase de amamentação, consulte um profissional de saúde. Pode marcar consulta com as NutriAdvisers em: consultas.

Alimentação na amamentação que provoca gases no bebé

Alguns alimentos quando consumidos regularmente ou em excesso na alimentação da mãe podem passar para o leite e provocar gases no bebé como brócolos, couves, couve-flor, couve-de-bruxelas, repolho, nabo, pimentos, pepino, feijões, grãos, favas, ervilhas e lentilhas.

Por isso, recomenda-se que quando o bebé apresenta gases e desconforto abdominal a mãe comece por variar a qualidade, reduza a quantidade e fracione entre as refeições o consumo destes alimentos. Se estas medidas não tiverem resultados positivos, pode ser necessário deixar de consumir estes alimentos pelo menos nos primeiros meses de amamentação, para depois voltar a introduzi-los mais tarde em pequenas quantidades, testando a reação do bebé.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

1 + fourteen =