Incentivar uma alimentação saudável através de mensagens positivas sobre alimentação são mais bem sucedidas do que as mensagens negativas. Ou seja, quando se focam no que as pessoas devem comer em vez do que não devem fazer, de acordo com um novo estudo publicado na Nutrition Reviews.

A equipa de investigação analisou 43 estudos que envolveram tanto mensagens positivas quanto negativas em relação à saúde e em particular alimentação e nutrição. Os resultados principais desta revisão mostram que as mensagens negativas tendem a funcionar melhor com especialistas, como nutricionistas e médicos que se encontram bastante envolvidos na área e com grande conhecimento. Por sua vez, a maioria das pessoas que não é especialista na área prefere que lhes diga o que comer e o que lhes fará bem.

De modo a otimizar a adesão a mensagens relacionadas com saúde e alimentação é crucial focarmos em quem é o nosso público-alvo quando decidir sobre o tipo de mensagem a transmitir. Por exemplo os pais devem reforçar os benefícios de experimentar frutas e hortícolas, por exemplo, do que apenas enfatizar os malefícios do consumo de doces e refrigerantes.

Pa saber mais sobre alimentação saudável, veja o artigo: como fazer uma alimentação saudável.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

seven + 10 =