Testes de intolerância alimentar

2
151

Os testes de Intolerância alimentar testam a Imoglobina G (IgG), que procura anticorpos contra substâncias alimentares no sangue.

Existem vários testes de intolerância alimentar no mercado muito popularizados para a melhoria do bem estar e emagrecimento. Entre eles:

  • Teste sanguíneo – consiste na determinação de anticorpos IgG no sangue, face às proteínas de vários alimentos da dieta. Um exemplo destes testes é o teste a200. Entre os testes de intolerância alimentar existentes estes são os mais preciso.
  • Teste sanguíneo, com picada no dedo – em poucos minutos revela intolerâncias alimentares a vários alimentos.
  • Teste de frequências eletromagnéticas – que em dois minutos consegue testar 500 a 800 alimentos e as suas sensibilidades no organismo, pouco fiável.

Como é necessário testar a reação a cada um dos alimentos testados, estes testes levam algum tempo a apresentar o resultado. Por isso, deve-se questionar sempre a fiabilidade de um teste que identifique intolerância a muitos alimentos em pouco tempo.

Estes testes não estão cientificamente validados, por isso, não devem ser feitos sem que um profissional de saúde qualificado o recomende e interprete o seu resultado.

Análise de intolerância alimentar

A análise de intolerância alimentar só pode ser feita com acompanhamento de um profissional de saúde e se houver suspeita de intolerância a algum ou vários alimentos, com apresentação de sintomas. Alguns dos sintomas mais comuns são enxaqueca, diarreias, obstipação, sensação de enfartamento ou fadiga.

Quando este tipo de análise é realizada, sem acompanhamento de profissionais de saúde qualificado e avaliação clínica apropriada, pode levar a consequências de extrema gravidade tais como:

  • Grandes restrições dietéticas com consequências nutricionais, metabólicas e impacto significativo na qualidade de vida.
  • Contribuição para uma relação negativa com a comida, gerando um certo medo perante alguns alimentos.
  • Confusão entre intolerância alimentar e permeabilidade intestinal (também conhecido como goteira intestinal), uma vez que esta também ativa uma defesa do sistema imunológico.

Apesar dos testes disponíveis, a única forma validada cientificamente para diagnosticar uma intolerância alimentar passa pela realização de uma dieta de exclusão, acompanhada por um profissional de saúde.

O diagnóstico de intolerâncias alimentares deve ser feito em conjunto com um profissional de saúde. É preciso definir uma dieta de exclusão, em que durante algumas semanas se exlui o alimento suspeito e verifica-se se os sintomas desaparecem ou não. Se os sintomas desaparecerem, deve reintroduzir-se o alimento para confirmar o diagnóstico. Se não desaparecerem continua-se a exluir alimentos, com o auxilio de um diário alimentar, até encontrar qual o alimento que causa o sintoma.

Para saber mais sobre intolerâncias alimentares veja o artigo: Alergias e Intolerancias alimentares.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

nineteen + twelve =