Vitamina D: uma forma simples e barata de melhorar a saúde

0
568

A vitamina D é essencial na absorção do cálcio, e cada vez mais estudos mostram a sua importância nas doenças autoimunes e em vários tipos de cancro.

Assim, uma correta ingestão de vitamina D pode ajudar na prevenção e tratamento de:

  • Esclerose múltipla;
  • Depressão;
  • Fibromialgia;
  • Doenças cardiovasculares;
  • Doenças oncológicas.

Podemos obter vitamina D no nosso organismo através da ingestão de alimentos ricos nesta vitamina ou através da exposição solar sem protetor solar.

Alimentos ricos em vitamina D:

  • Peixe gordo (salmão, cavala, sardinha, arenque);
  • Ostras;
  • Óleo de fígado de bacalhau;
  • Leite fortificado;
  • Queijo fresco;
  • Ovos.

Apesar da importância desta vitamina, dificilmente conseguimos obter os níveis necessários através da alimentação e da exposição solar. Assim, é crucial realizar-se uma análise para avaliar os níveis de vitamina D no sangue. A toma de suplementação pode ser necessária para a maioria dos portugueses, e consoante o valor das análises, principalmente no inverno, em que a exposição solar é ainda menor. Apesar de a dose diária recomendada desta vitamina ser de 400 UI (Unidades Internacionais) para os adultos, há cada vez mais evidência de que a sua toma deverá rondar as 2000 UI por dia. Aconselhe-se com o seu nutricionista ou médico.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

18 − 11 =